Estrelas, arco-íris e uma nova história na vida de uma mãe.

O aborto espontâneo, a morte intra-útero ou a morte prematura de um bebê recém-nascido são, certamente, um dos momentos mais difíceis e dolorosos que uma mulher pode vivenciar ao longo de sua vida. No entanto, existem especialistas que podem auxiliar a mãe nesse momento de perda e fazer com que não se abandone o desejo de ser mãe. Um bebê gerado após uma experiência traumática é conhecido como um bebê arco-íris, ou seja, a nova gravidez que acontece após uma perda. O termo bebê arco-íris é uma alusão ao fenômeno natural do aparecimento do arco-íris ao final de uma tempestade, ou seja, uma luz após uma escuridão, o amor depois da perda ou a calmaria depois do momento turbulento. É importante reiterar que, de maneira alguma, o nascimento de um bebê arco-íris é uma forma de substituição ao neném que não nasceu ou que se foi, mas sim, uma foram de recomeço e um novo motivo para se pensar no futuro. A tristeza que toma conta da família após uma perda gestacional, onde o bebê é conhecido como bebê estrela – não deve afetar o planejamento da nova gravidez, e para tanto, solidificar uma superação traumática através de ajuda psicológica é fundamental no processo que vem após essa perda. Texto: Renata Duailibi, Psicóloga parceira do Núcleo Bem Nascer