O papel do pai na gravidez

Enxergar o bebê desde a gestação nos exames de ultrassom e a expectativa em torno da experiência da paternidade faz com que a relação pai e filho tivesse início antes mesmo do nascimento. Atualmente, é cada vez mais comum pais que fazem compras do enxoval, põem a mão na massa para montar o quarto do bebê, frequentam cursos de gestantes e de preparação para o parto. Eles querem mais atenção e espaço nesse processo novo na vida do casal.

A primeira vantagem na transformação do papel do homem diz respeito ao vínculo. Quem acompanha a gravidez de perto apresenta postura mais pró-ativa em relação aos cuidados com o bebê após o nascimento. Na gravidez, as alterações hormonais podem afetar o humor da mulher e a participação do pai nesse momento único na vida da gestante é fundamental para que ela sinta-se apoiada e veja que tem um parceiro para todas as horas.

Além de estar presente nos exames, nas consultas pré-natais e se inteirar dos preparativos para a chegada do filho, é fundamental ser compreensivo com as mudanças de humor da gestante, fazer atividades físicas junto com a mulher e se informar de como ajudá-la a encarar os desconfortos do período.