Por que fazer Fisioterapia na gravidez?

A fisioterapeuta Sabrina Baracho dá as dicas para uma boa preparação para o parto.

"Durante a gravidez ocorrem diversas adaptações físicas necessárias ao crescimento e desenvolvimento fetal. Essas mudanças podem causar desconfortos e limitações nas atividades da vida diária da mulher grávida. Alguns dos sintomas persistem após o parto, quando surge a sobrecarga das atividades relacionadas aos cuidados com o bebê.

A realização de Fisioterapia já no pré-natal prepara o corpo da mulher para as exigências solicitadas pela gravidez e o pós-parto. São realizados exercícios de fortalecimento e alongamento de músculos específicos, exercícios aeróbicos orientados, conscientização corporal, correção de posturas inadequadas nas atividades de vida diária, exercícios de relaxamento e de respiração. Esses exercícios auxiliam ainda no alívio de desconfortos como câimbras, inchaço e falta de ar, além de ajudar na preparação para o parto. Na visão atual do parto, a mulher é tida como protagonista do nascimento do seu filho, exercendo papel ativo. Por isso, a percepção do seu próprio corpo desde o período gestacional, aliada à preparação física, aumenta seu conforto, proporciona bem-estar e gera segurança e confiança para o tão esperado momento do parto."

Saiba mais na palestra de Sabrina Baracho, na Associação Médica de Minas Gerais, à Avenida João Pinheiro, 161, centro, Belo Horizonte. Na próxima quarta feira, dia 24 de setembro. Começa com uma roda de apresentação e, depois da palestra "Fisioterapia na Gravidez", Dr. Sandro Ribeiro, integrante do Núcleo Bem Nascer, vai falar sobre os últimos três meses de gravidez, como se preparar para o parto e como fazer um Plano de Parto que atenda às boas práticas, recomendadas pela Organização Mundial de Saúde.