Ser Mãe é mais que Padecer no Paraíso

Para cerca de 5.600 mulheres ser mãe não é apenas padecer no paraíso, é muito mais que isto. Elas são seguidoras do site "Padecendo no Paraíso". Segundo o próprio: "O PADECENDO NO PARAÍSO nasceu em março de 2011 a partir da necessidade de Bebel Soares, arquiteta, de trocar experiências com outras mães a respeito dos desafios da fase “terrible two” de Felipe, seu filho. O grupo é exclusivo para mães, mas como o universo feminino é vasto, diversos assuntos são abordados: amamentação, alimentação, fraldas, sexo, viagens, educação, produtos infantis, consumo, estética, beleza, saúde, e tudo mais que as integrantes trouxerem para debate. Formado atualmente por 5.800 membros , a lista de espera conta com mais 1000 pessoas que serão inseridas num dos mais efervescentes fórum de discussão no ambiente web de Belo Hortizonte. Em breve atingiremos 6.000 membros e não vamos parar por aí."

Detalhe, um local proibido para homens para que as mães possam conversar livremente sobre a experiência de maternar. Elas não estão apenas on line, marcam encontros, fazem festas. O símbolo é uma coruja, que se reproduz em produtos, os mais diversos. Os temas dos artigos e textos escritos pelas próprias mulheres, são criativos, por exemplo o "Ensandecendo no Paraíso", no carnaval saíram pela rua com as crianças Padecendo na Folia. Padecendo pela Paz. Etc. O site é  muito profissional. E também têm regras claras para as participantes. Uma delas, se você está cadastrada no Padecendo e ficar seis meses sem postar, é excluída, porque não querem ser observados, mas a participação de todas as mães.

O Núcleo Bem Nascer recomenda o site.

Vale a pena conferir  www.padecendo.com

O Padecendo no Paraíso também tem uma fan page no facebook para interação entre as mães e interessados pelo vasto universo que envolve a maternidade. Além da divulgação de produtos e serviços.http://www.facebook.com/PadecendoNoParaiso